Gibiteca de Campo Grande

Vamos fazer de Campo Grande

uma cidade de leitores!

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Informação!
Em qual terminal você já retirou livros?
General Osório
Bandeirantes
Julio de Castilho
Aero Rancho
Morenão
Guaicurus
Nova Bahia
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (14920 votos)

ONLINE
2





Partilhe esta Página




A História dos Três Porquinhos


A História dos Três Porquinhos

{texto}


OS TRES PORQUINHOS e o lobo mau são personagens de um dos famosos contos dos Irmãos Grimm , dois alemães que viveram no século XIX e criaram algumas das mais bonitas histórias para crianças, de todos os tempos.
Walt Disney adaptou esses personagens para o cinema em 1933. Eles apareceram num dos filmes da série Silly Symphonies. Em 1936, os porquinhos estrearam nas histórias em quadrinhos, juntamente com o lobo mau. Então eles já tinham nomes: eram o Prático, o Cícero e o Heitor. Quanto ao seu inimigo, chamava-se Lobão.
O Lobão, nas primeiras histórias, tinha três filhos, que eram tão maus quanto ele.
Depois, esses lobinhos maus desapareceram e surgiu o Lobinho, que é bom e amigo dos três parquinhos.
A história original é muito conhecida. Nela, os porquinhos moram cada um numa casa.
Mas, enquanto o Prático mora numa casa sólida, construída com tijolos e cimento, o Cícero mora numa casa de palha e o Heitor, numa de madeira. Eles construíram casas frágeis, porque assim seria mais rápido e eles poderiam logo ir brincar e dançar.
O Lobão, entretanto, decide comê-los. E ai só a casa do Prático resiste às tentativas. Os outros porquinhos refugiam-se lá, prometendo deixar de ser preguiçosos.
Nas histórias em quadrinhos, porém, o Lobão continua a perseguir os três porquinhos e tanto o Cícero quanto o Heitor esqueceram a promessa e continuam tão descuidados quanto antes. Como resultado, é o Prático que tem de cuidar de tudo.
A casa onde moram os três porquinhos é cheia de armadilhas contra lobos. Além disso, o Lobinho costuma estragar os planos de seu pai, contando o que ele pretende fazer aos seus amigos porquinhos.
Um outro personagem, que sempre impede o lobo mau de comer os três porquinhos, é o Zé Grandão, um urso que mora nas redondezas, e de quem o Lobão costuma roubar galinhas.

Piada de Adão A. Souto Veiga, um dos desenhistas Disney que fazem parte dos estúdios da Editora Abril.

Outra característica muito importante dos três porquinhos é o seu gosto pela música. Eles surgiram num filme musical e até hoje ainda costumam se reunir em frente lareira para tocar a sua música preferida: "Quem tem medo do lobo mau?" O conjunto e formado pelo Prático, pianista, o Cícero, violinista, Heitor, flautista. No Brasil, eles apareceram pela primeira vez na revista O Pato Donald, de julho de 1950. Eles fugiam do Lobão numa série de histórias denominada O pequeno lobo feroz. Ainda hoje, eles continuam fugindo mas já conquistaram completamente o carinho e a admiração do público brasileiro.
As suas histórias são lidas mostradas para exemplo de como o trabalho constrói.

Cenas da primeira história em quadrinhos dos Três Porquinhos publicada pela Editora Abril, em julho de 1950.